Menu

Pequenas escolhas todos os dias

janeiro 8, 2020

Você não precisa fazer atos grandiosos ou escolhas radicais para mudar o mundo. O impacto que você gera, começa pequeno. Parece discurso de coach, eu sei. Fiz poucas resoluções para 2020 e ser uma pessoa mais sustentável não era uma delas. Andei refletindo muito nos últimos dias e pensei: e por que não? Ano passado, comecei a carregar comigo um kit de canudos de alumínio. Um copinho dobrável e uma ecobag. É pouco? É sim. Eu esquecia de levar algumas vezes? Também. Mas é melhor do que não fazer absolutamente nada.

Eu amo beber café e, infelizmente, por frequentar cafeterias regularmente, eu sei que eu gero bastante lixo. E bom, já que eu amo colecionar copos, canecas e tumblers vou passar a carregar um comigo sempre que possível. Hoje, aproveitei que tava com vontade de pegar uma bebida geladinha e fui colocar meu plano em prática em uma Starbucks. Muita gente desconhece, mas eles tem sim uma política de reciclagem (em tese) – e já lançaram até uma loja com copos reutilizáveis no aeroporto de Londres, sem custo adicional. Em Portugal, por exemplo, se você levar seu copo reutilizável, você ganha 0,40 € de desconto na sua bebida. Aqui no Brasil, nunca vi nada formalmente anunciado com exceção deste tweet na conta oficial deles, em 2014:

 

Como eu peguei uma bebida sem pagar hoje, esse teste vai ficar para próxima – eu amo um programa de fidelidade, meu cúspide em Capricórnio grita. Mas o que me motivou a escrever esse post aqui foi a raiva que eu passei. Assim que fiz meu pedido e entreguei meu copo para a barista, ela prontamente pegou um copo descartável e começou a escrever nele. Eu, confusa questionei.

A resposta que eu obtive foi que era pra barista saber o que colocar no meu pedido. Fiquei confusa e, ainda por cima, irritada. Como assim? Não dava simplesmente pra anotar num papel? Imprimir uma comanda? Ou adotar o sistema de etiquetas igual nas lojas dos EUA? De que adianta ter política de reciclagem, ter copo reutilizável a venda para ‘salvar o planeta’ e me fazer um papelão desses? Eu não sou exclusivona não, aparentemente isso é uma prática frequente:

longe de mim incentivar, mas esse refresher de morango novo é tudo

Eu realmente não entendo, ainda mais considerando que o copo deles é padronizado e em tese nada mudaria. Pode ser um grande white people problem, eu sei. Uma millennial sendo millennial. Julgue como quiser. Eu realmente só queria produzir menos lixo mas vou expor empresa que aproveita a militância pra ganhar exposição sim, viu Starbucks Brasil? Enfim, só queria dizer que temos que começar em algum lugar e esses são meus pequenos passos. Talvez adotar um (ou mais) dias sem carne, em um futuro próximo. E para finalizar, um convite: que tal dar um passo para mudar também?

TESTE 30 DIAS GRÁTIS:

BAIXE GRÁTIS:

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

pt Portuguese
X